Mapeamento atualizado sobre as terras na Amazônia

0
28

Projeto do Governo Federal que fornece dados sobre o mapeamento da cobertura e uso da terra na Amazônia, o TerraClass deve ser retomado ainda no primeiro semestre deste ano. O programa ficou paralisado por algum tempo, mas, por meio de uma articulação entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), foram assegurados recursos para o retorno das atividades. A Embrapa é a instituição responsável pela execução da iniciativa.

Até o momento, o TerraClass já gerou dados sobre a cobertura e o uso da terra na Amazônia referentes ao período de 2004 a 2014. As informações sempre são atualizadas em intervalos de dois anos. De acordo com a Embrapa, em 2021, serão entregues dados dos anos de 2018 e 2020. Em 2022, serão disponibilizadas informações sobre 2016. E, em 2023, a expectativa é normalizar o processo com a entrega dos dados de 2022.

O que é o TerraClass

Em atividade desde 2010, o projeto TerraClass faz um mapeamento detalhado dos diferentes tipos de uso da terra na Amazônia, investiga os motivos e aponta as possíveis causas do desmatamento na região. Tudo isso com base em dados gerados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) por meio do projeto Prodes – Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite.

O Prodes faz o mapeamento das áreas desmatadas, e o TerraClass descobre as razões por trás da derrubada das árvores. 

Com base em técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento, os profissionais envolvidos buscam informações sobre a dinâmica do desmatamento e, com isso, produzem mapas sistêmicos de uso e cobertura das terras desflorestadas da Amazônia Legal.

O TerraClass monitora, por exemplo, a dinâmica da vegetação secundária, que é a que cresce após a supressão da vegetação primária, e que nunca havia sido contabilizada. A vegetação secundária (também conhecida como capoeira) é de extrema importância para aferir as emissões ou o sequestro de carbono para a atmosfera e responder às questões climáticas globais.

Políticas públicas

Os resultados do TerraClass são utilizados em diversos níveis para o planejamento do desenvolvimento sustentável da Amazônia e também para responder a questões internacionais sobre a ocupação na região. Os estados da Amazônia utilizam os dados gerados nos projetos de Zoneamento Ecológico-Econômico, na definição de áreas de preservação permanente e de uso alternativo.

Neste momento, por exemplo, a Embrapa está em tratativas com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para que os dados sejam utilizados na validação do Cadastro Ambiental Rural, por isso o trabalho de atualização da série histórica é tão importante.

GeoPortal TerraClass

Qualquer cidadão que deseja ter acesso aos dados e mapas gerados pelo TerraClass pode acessar o GeoPortal TerraClass, uma ferramenta gratuita e on-line para consulta e análises de mapas em tempo real. Os dados geoespaciais permitem que qualquer pessoa compreenda melhor a dinâmica de uso e cobertura da terra na Amazônia Legal.

Antes do lançamento do GeoPortal, todos esses dados e informações já estavam na internet para consulta pública. No entanto, todo o material estava acessível apenas em formato bruto, o que exigia um trabalho prévio de processamento computacional e o uso de sistemas de informações geográficas para então se proceder às análises específicas. O GeoPortal torna os dados acessíveis e simples. Além disso, os pesquisadores incorporaram várias ferramentas de visualização e análise que geram tabelas e gráficos, facilitando as análises.

Acesse o GeoPortal TerraClass

Com informações da Embrapa

 

Source: Portal Gov.br