Programa já instalou mais de 13,2 mil pontos de internet no país

0
41

Nesta gestão, o Ministério das Comunicações (MCom), por meio do programa Wi-Fi Brasil, instalou um total de 13.247 pontos de internet via satélite, banda larga, gratuita e de alta velocidade por todo o país. Desse total, cerca de 80% estão instalados em municípios das regiões Norte e Nordeste.

Até agora, já são mais de 8,5 milhões de brasileiros beneficiados com o projeto em quase 3 mil municípios. Entre os locais atendidos estão: escolas (mais de 9,7 mil pontos de conexão), unidades de saúde (cerca de 600 pontos), assentamentos rurais (155 pontos), comunidades indígenas (430 pontos), telecentros (635 pontos). Além desses, estão contemplados também unidades de segurança, comunidades quilombolas, postos de fronteira e outros espaços públicos.

Dos mais de 13 mil pontos que já foram instalados, cerca de 10,4 mil estão em áreas rurais e isoladas dos centros urbanos. São pontos de conexão com a internet que vão do norte ao sul do país, com velocidades de tráfego que variam entre 10 e 20 Megabits por segundo.

As antenas recebem o sinal enviado pelo Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas, o SGDC, equipamento brasileiro que fica a 36 mil quilômetros de distância da Terra e é capaz de cobrir 100% do território nacional.

Infográfico

País conectado

O vão digital no Brasil atualmente afeta aproximadamente 45 milhões de pessoas. Em áreas rurais, por exemplo, vivem cerca de 29,8 milhões de pessoas, das quais 14 milhões não têm conexão de internet. Nesse contexto, o programa Wi-Fi Brasil leva internet aos lugares mais isolados do país.

Outro desafio é vencer a dimensão continental para cobrir as regiões menos densamente povoadas. A expectativa do MCom é de que, até o fim deste ano, o número de pontos do Wi-Fi Brasil ultrapasse a marca dos 18 mil.

“Imagine uma localidade com 300 pessoas na zona rural e coloca um ponto de internet. Esse é o Wi-Fi Brasil. Com ele, a gente consegue solucionar o deserto digital que ainda existe naquela localidade de forma rápida”, explicou o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

 

Com informações do Ministério das Comunicações

Source: Portal Gov.br