Violência institucional a crianças e adolescentes é tema de debate

0
20

Com mais de 4 mil inscritos, o Fórum Nacional sobre Violência Institucional contra Crianças e Adolescentes reuniu, entre os dias 27 e 28 de abril, ministros, secretários e representantes da sociedade civil. Promovido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), o encontro teve o objetivo de aprimorar políticas públicas de proteção para crianças e adolescentes.

“O objetivo é um só: proteger a criança brasileira e a que está no território brasileiro. Que esse fórum nos traga norte. Queremos cuidar das crianças no Brasil”, afirmou a ministra Damares Alves, titular do MMFDH.

Para ajudar na prevenção e na repressão contra a violência institucional, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) trabalha juntamente com o MMFDH em diversos temas. Por isso, o ministro Anderson Torres, presente na abertura do Fórum, declarou como a pasta dele está extremamente engajada na política de proteção à infância.

“A proteção de vulneráveis, em especial de crianças e adolescentes, nunca esteve tão presente no país como no Governo do Presidente Bolsonaro. Vamos juntar esforços com o Ministério dos Direitos Humanos para que possamos evoluir e fazer do nosso Governo uma referência no combate à violência contra crianças e adolescentes”, ressaltou o ministro.

Para o secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, do MMFDH, Maurício Cunha, o fórum é muito importante para as crianças e adolescentes serem tratados como prioridade. “A violência institucional contra crianças e adolescentes no ambiente escolar ou no âmbito da saúde é gravíssima, porque afeta seres humanos em plena fase de desenvolvimento. Nossa Constituição assegura que esse público deve ser tratado com prioridade, por isso esse Fórum Nacional foi de encontro à demanda urgente que é a proteção de crianças e adolescentes contra a violação de sua liberdade e integridade.”

 

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

 

Source: Portal Gov.br