Agência Federal de Aviação dos EUA restringe voos sobre o Irã e Iraque

Os Estados Unidos anunciaram a restrição de voos sobre a região do Irã e adjacências, como prevenção após ao ataque efetuado por este país árabe a uma base militar no Iraque, que abrigava militares americanos.

A agência federal de aviação dos EUA (FAA), proibiu na noite desta terça-feira (07), que aviões civis americanos operem no espaço aéreo do Iraque, Irã e na região do Golfo Pérsico e Golfo de Omã.

“A FAA vai continuar a monitorar os acontecimentos no Oriente Médio”, informou a agência, ao impor a restrição.

A medida foi a primeira reação concreta tomada pelos EUA após ao menos 12 mísseis, segundo o Pentágono, terem sido disparados pelo Irã contra bases com soldados americanos e aliados no Iraque em retaliação ao ataque que matou o general iraniano Qassim Suleimani.

O ataque também fez com que o entorno da Casa Branca, tradicionalmente já bastante vigiado pelo serviço secreto americano, tivesse a segurança reforçada. Segundo a rede de TV CNN, uma autoridade do governo afirmou que a segurança nos arredores da residência presidencial foi ampliada.

Mais cedo, a FAA havia informado que estava monitorando de perto os eventos no Oriente Médio e coordenando ações para garantir segurança na aviação com as companhias aéreas dos Estados Unidos e autoridades estrangeiras. Várias companhias aéreas tinham voos sobre partes do Iraque e do Irã, de acordo com dados do FlightRadar24.

Ameaças a civis americanos

Em 2018, as transportadoras americanas haviam sido proibidas de voar a altitudes inferiores a 26 mil pés sobre o Iraque, sob orientação da FAA, em razão de preocupações constantes com ameaças a civis dos Estados Unidos em todo o país.

As companhias também estavam proibidas de voar em uma área do espaço aéreo iraniano acima do Golfo Pérsico e do Golfo de Omã desde que o Irã derrubou um drone americano de alta altitude em junho passado. Atualmente, nenhuma das principais companhias aéreas dos EUA sobrevoa o Irã.

A Singapore Airlines disse após o ataque às bases americanas no Iraque que todos os seus vôos seriam desviados do espaço aéreo iraniano. Uma equipe de aviação internacional foi ativada para apoiar a “coordenação e comunicação eficazes” entre companhias aéreas e países, à medida que as tensões aumentaram no Oriente Médio.

As companhias aéreas e a agência de aviação das Nações Unidas começaram a monitorar o espaço aéreo estratégico sobre o Irã e o Iraque.

Com algumas transportadoras comerciais ainda atendendo a esses países e outras sobrevoando seu espaço aéreo, a Associação Internacional de Transporte Aéreo também emitiu uma declaração lembrando os países de sua obrigação de comunicar riscos potenciais à aviação civil.

“É fundamental que os estados cumpram essa obrigação, à medida que as tensões no Oriente Médio aumentam”, disse o grupo, dias após o assassinato de Suleimani na sexta-feira, que mergulhou a região em uma nova crise.

Na segunda-feira, a Alemanha publicou um novo alerta para o Iraque, indicando áreas de preocupação com sobrevôo do tráfego, de acordo com um relatório publicado pelo site OPSGROUP.

A equipe de coordenação operada pela IATA e pela Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO) foi ativada como uma “medida de precaução padrão”, no caso de medidas de contingência serem exigidas pelas companhias aéreas, informou a IATA em comunicado à agência Reuters.

A equipe reúne companhias aéreas, reguladores e provedores de serviços de navegação aérea para garantir que os riscos potenciais à aviação sejam compartilhados rapidamente, disse uma fonte do setor familiarizada com o grupo.

“Todo mundo está pedindo contenção”, disse a fonte, que falou sob condição de anonimato por causa da sensibilidade do assunto.

O espaço aéreo controlado pelo Irã e pelo Iraque é visto como estratégico para a aviação comercial no Oriente Médio. Se houvesse a necessidade de desligar o espaço aéreo, as transportadoras teriam de ser redirecionadas, o que levaria a maiores congestionamentos e custos de combustível, disse a fonte.

  • Com agências internacionais

O post Agência Federal de Aviação dos EUA restringe voos sobre o Irã e Iraque apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *