Concessões à iniciativa privada prevêm investimento de R$ 10 bilhões

0
26

A partir desta quarta-feira (7) o Ministério da Infraestrutura inicia a Infra Week, semana com uma série de leilões de aeroportos, portos e ferrovia na Bolsa de Valores B3. Um total de 28 ativos do Governo Federal serão repassados à iniciativa privada. Os contratos devem render R$ 10 bilhões em investimentos nos próximos anos.

O primeiro leilão, na quarta, será para a concessão de 22 aeroportos à gestão da iniciativa privada. Na quinta, será a vez de trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, e, na sexta, serão leiloados cinco terminais portuários.

Em uma palestra on-line, nesta terça-feira (6), para marcar a abertura da Infra Week, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que esse é o início da maior temporada de leilões da infraestrutura no país.

“Em uma semana, R$ 10 bilhões de investimentos contratados, que representam mais que o orçamento anual do Ministério da Infraestrutura, investimentos que vão fazer a diferença na vida das pessoas pela melhor prestação de serviço. E na vida de muitos pais de família que vão ter acesso ao trabalho”, acrescentou o ministro. “Vamos sentir uma repercussão econômica forte disso em 2024, 2025, em 2026, quando esse investimento estiver se materializando.”

Infográfico

Aeroportos

Na quarta, serão leiloados 22 aeroportos no modelo de bloco, totalizando R$ 6 bilhões em investimentos. O ministro lembrou que esse é o mesmo número de terminais transferidos nas cinco rodadas anteriores de leilões à iniciativa privada.

Serão três blocos, o Norte que prevê R$ 1,4 bilhão, com a participação de aeroportos como o de Manaus (AM), de Boa Vista (RR) e de Tabatinga (AM). O Bloco Central, com R$ 1,8 bilhão, tem terminais como o de Teresina (PI) e Petrolina (PE). Já o Bloco Sul, tem aeroportos como o de Curitiba (PR) e Londrina (PR), respondendo por R$ 2,8 bilhões.

“Nos idos de 2019 e 2020, tivemos já R$ 17 bilhões de investimentos privados realizados. E uma quantidade de empregos muito grande gerada por esses equipamentos que já passaram para a mão da iniciativa privada”, lembrou o ministro da Infraestrutura.

Ferrovias

Na quinta-feira, o leilão na B3 será da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol). O leilão do primeiro trecho da Fiol injetará R$ 3,3 bilhões de investimento na infraestrutura do país. O contrato tem a duração de 35 anos. O trecho tem 537 quilômetros e liga Ilhéus (BA) e Caetité (BA).

Com a Fiol e outras obras em ferrovias em andamento será constituído um grande corredor ferroviário Oeste-Leste à semelhança do que há no Norte-Sul.

Portos

A sexta-feira fecha a semana com o leilão de terminais portuários, sendo quatro nos portos de Itaqui (MA) o outro em Pelotas (RS). Serão R$ 600 mil de investimentos contratados.

Esses terminais se somam a outros 20 leiloados desde 2019 e 69 contratos de terminais de uso privado. Só nesse setor, já foram contratados R$ 10 bilhões, de acordo com o Ministério da Infraestrutura.

Perspectivas

O programa de concessões transferiu 41 ativos para a iniciativa privada entre 2019 e 2020, com R$ 44,3 bilhões de investimentos já contratados.

A expectativa do Ministério da Infraestrutura é chegar ao fim de 2022 com a concessão de mais de 100 ativos e a contratação de R$ 260 bilhões em infraestrutura.

Source: Portal Gov.br