Crise de recrutamento faz Exército Britânico operar com 60% de sua capacidade

Segundo dados do Ministério da Defesa do Reino Unido (MoD), os regimentos de infantaria do Exército Britânico (British Army) diminuíram consideravelmente nos últimos cinco anos, a informação e do jornal The Sunday Times.

Este número abaixo se dá em função da crise de recrutamento no Exército do Reino Unido as unidades de combate estão operando com até 40% de soldados a menos. Atualmente, há cerca de 2 mil e 500 soldados a menos nos regimentos de primeira linha em comparação com 2015.

Além disso, os 16 regimentos regulares do país também apresentam um déficit de pessoal. Nove deles operam com 1/5 dos soldados abaixo do recomendado, enquanto outras quatro unidades têm apenas 75% de militares necessários.

O regimento mais afetado é a prestigiada Guarda Escocesa, cujas tropas combateram em quase todos os grandes conflitos do Reino Unido desde o reinado de Carlos I, no século XVII. “Os números mostram que há 257 soldados a menos que a meta de 697, um déficit de 37%”, escreveu o The Guardian sobre a situação do regimento.

No total, a infantaria britânica opera atualmente com 17% de militares a menos do que o recomendado. O MoD, no entanto, respondendo as críticas, insistiu que o Exército “continua a cumprir todos os seus compromissos operacionais para manter o Reino Unido seguro”.

O post Crise de recrutamento faz Exército Britânico operar com 60% de sua capacidade apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *