Governo Francês envia Bombeiros “observadores” para ajudar nos incêndios na Bolívia

Trinta e oito Bombeiros Militares da Unidade de Instrução e Intervenção da Segurança Civil (UIISC) n ° 1 de Nogent-le-Rotrou, França, chegaram à Santa Cruz de la Sierra, capital boliviana, onde foram recebidos pelo presidente boliviano Evo Morales.

A missão dos bombeiros será de apoiar as forças locais no combate a incêndios que devastam a área de Chiquitania. O grupamento chegou à La Paz no último dia 7 de setembro e iniciou atividades esta semana.

A presença desses profissionais foi muito bem vinda pelos seus colegas bolivianos que já estão à meses efetuando esforços sobre humanos para o combate aos incêndios, porém muitos estão se sentindo desvalorizados pelo governo Evo Morales, já que os Bombeiros enviados pelo governo francês não atuarão diretamente no combate ao fogo, mas apenas efetuando observações técnicas que já foram conduzidas nos últimos meses pelos Bombeiros bolivianos, militares da Força Aérea da Bolívia e aviadores civis voluntários.

Tropas do Exército Boliviano estão à meses se desdobrando para combater os incêndios. Imagem via Bomberos de Bolivia.

De acordo com fontes da Sécurité Civile da França, a missão dos Bombeiros franceses tem um carácter voltado totalmente para efetuar “estudo de caso e representação diplomática” o que infelizmente evidencia um uso político da categoria profissional, que enfrenta sérios problemas na França com o ingerenciamento do governo na instituição, o que prejudica à anos a eficiência do trabalho dos Bombeiros franceses no seu próprio território.

Os UIISC são, como a Brigada de Bombeiros de Paris, unidades auxiliares do Armée de Terre (Exército francês, sob a Engenharia), colocadas à disposição do Ministério do Interior. O UIISC também é usado para realizar operações no exterior. Foi solicitada no Chile em 2017 e no Japão, após o tsunami que devastou a região de Fukushima.

Esses 38 soldados, precedidos por “elementos de reconhecimento e avaliação”, juntaram-se a quatro de seus camaradas, operadores do módulo de drones EMERPAS UIISC7 Brignolles. Essa capacidade é essencial para o reconhecimento das estradas, devido à falta de cartografia referente à zona de intervenção.

Segundo a France Bleu “Provence Alpes Côte d’Azur”, os militares franceses transportaram uma doação à Bolívia de duas toneladas de equipamento “retirados dos meios nacionais de segurança civil e financiados pelo Ministério da Europa e Negócios estrangeiros. “

  • Com informações AFP & Sécurité Civile via redação Orbis Defense Europe.

O post Governo Francês envia Bombeiros “observadores” para ajudar nos incêndios na Bolívia apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *