Novo submarino nuclear “Suffren” da classe Barracuda é apresentado na França

A cerimônia de apresentação do SNA “Suffren”, o primeiro da classe Barracuda concluìdo, ocorreu nessa manhã de sexta-feira dia 12/07, e, teve a presença da alta cúpula governamental, incluindo o Presidente da República da França, a Ministra da Defesa da França e o Ministro da Defesa da Austrália, entre outras autoridades civis e militares.

O Suffren, o primeiro de seis novos submarinos nucleares de ataque (SNA) do tipo “Barracuda” destinados para a Marine Nationale teve  a sua primeira constituição de equipe de comando apresentada no dia 10 desse mês. Imagem NAVAL GROUP via redação OD Europa.

O Suffren foi retirado do estaleiro de construção do Naval Group na cidade de Cherbourg nessa quinta dia 10/07, para  seu transporte até o local da cerimônia de apresentação , operação essa que durou três dias para movimentar o monstro metalico de quase 100 metros de comprimento por 8,8 metros de diâmetro a uma velocidade de 30 metros por hora. Essa é a segunda manobra do tipo desde a movimentação do SNLELe Terribe” em 2008.

Picture taken July 5, 2019. REUTERS/Benoit Tessier

Iniciado em 1998 e homologado em 2006, o programa “Barracuda” objetiva substituir os submarinos nucleares de ataque de primeira geração do tipo Rubi, que entraram em serviço entre 1983 e 1993, representando um investimento que hoje chega às cifras de 9.1 bilhões de  euros, divididos entre o programa de desenvolvimento, a construção  e a manutenção à longo prazo do Suffren e dos outros cinco submarinos previstos para construção.

Cada submarino possui a incrível complexidade de constituição de 700 mil peças, 70 mil equipamentos, 20km de tubos, e 150km de cabos da fiação elétrica e ainda com tudo isso somado o reator nuclear,  que pesa 400 toneladas fora o peso do submarino em si. O reator utilizado é um modelo “K-15”, similar aos usados nos submarinos SNLE da classe “Triomphant” e no porta-aviões Charles de Gaulle.

Sensores e armamento de ponta

O SNA Barracuda pertence a uma nova geração de submarinos totalmente “digitalizados” em termos de sistemas diversos que vão desde a propulsão até o armamento, principalmente os sonares, que são os “olhos e ouvidos” de qualquer submarino moderno.
No armamento o SNA Barracuda será equipado basicamente com torpedos pesados modelo F21 e mísseis de cruzeiro navais “MdCN“, incluindo a possibilidade de instalação de uma cápsula externa tipo “hangar” para carregamento de material destinado a utilização de mergulhadores de combate, incluindo o mini submarino PSM3G, empregado pelos Commandos Marine (Mergulhadores de Combate da Marinha Francesa).

Picture taken July 5, 2019. REUTERS/Benoit Tessier

As dimensões da classe Barracuda são maiores que da classe Rubi, porém o desempenho da classe Barracuda será bem mais rápido,  capaz de operar a profundidades bem maiores, bem como possui características acústicas bem mais discretas que seus similares construídos por outras nações, o que o torna uma arma ideal para sua missão, que é caçar submarinos inimigos que eventualmente ofereçam ameaça aos submarinos SNLE ou à grupos de combate que escoltem o porta-aviões Charles de Gaulle e/ou grupo de combate/comboios navais de nações aliadas.
Outra grande qualidade da classe Barracuda será a capacidade de efetuar ataques contra alvos terrestres com seus mísseis de cruzeiro MdCN operando de grande profundidade, capacidade essa que pouquíssimos submarinos possuem em todo o mundo.

A complexidade da construção desse projeto envolveu a Naval Group, a Technicatome, a DGA (Direction générale de l’armement) e a CEA em um total de 50 milhões de horas de trabalho de mais de 10 mil profissionais. Das 800 empresas que forneceram os componentes e peças para a construção da classe Barracuda, todas são francesas e somaram mais 20 milhões de horas de trabalho às 50 milhões do grupo principal.

O Suffren é o 108° submarino construído nas instalações industriais de Cherbourg conhecida como “a cidade naval”, que fabrica submarinos desde 1899! Desses 108 submarinos, 16 deles são de propulsão nuclear, sendo; seis da classe “Le Redoutable”, seis da classe “Rubis” e quatro da classe “Le Triomphant” e agora o Suffren da classe “Barracuda”.

O Suffren teve sua primeira chapa cortada em 2007, tem previsão de ser posto à água ainda no final desse mês e começará seus testes de flutuabilidade, e assim que seu reator estiver completamente carregado em setembro, este poderá começar seus testes de divergências à partir do mês de novembro ou dezembro.
A previsão da entrega para inicio dos  primeiros testes no mar é para o primeiro trimestre de 2020, que, inicialmente será ao largo de Cherbourg somente em superfície e depois o Suffren será enviado para Toulon, onde os SNA são baseados na França.
Com todo o cronograma ocorrendo dentro do previsto e após seus ensaios no mar, A DGA (Direction Générale de l’Armement) prevê  efetuar a incorporação do submarino Suffren ao serviço ativo na Marine Nationale no segundo trimestre de 2020, onde a embarcação continuará a passar por testes de avaliação para a validação de suas capacidades operacionais, porém nenhuma data especifica foi divulgada para esse cronograma.

Imagem Naval Group via redação OD Europa.

A primeira tripulação já está oficialmente constituída, depois de passar um período de pelo menos três anos de treinamento da operação do submarino em simuladores projetados especialmente para a finalidade da classe Barracuda.
Quando o SNA Suffren entrar em operação com a Marine Nationale, sua tripulação padrão será de 63 militares, incluindo dois profissionais designados como “ouvidos de ouro”, que são os analistas  do “Centre d’interprétation de reconnaissance et analise”, ou simplesmente o CIRA.

Quatro SNE Barracudas são previstos para entrega até 2025 e já estão em construção, sendo estes os futuros; DuguayTrouin, Tourville e o De Grasse.
Esses novos submarinos substituirão progressivamente todos os antigos submarinos de ataque da classe Rubi, sendo que o Saphir, construído em 1984, já está em Cherbourg para o seu desarmamento.

Com informações do Naval Group via redação Orbis Defense Europa.

O post Novo submarino nuclear “Suffren” da classe Barracuda é apresentado na França apareceu primeiro em DEFESA TV.


Source: DefesaTV Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *